ensaio cena plânctons processo O DUELO

PLANCTONS E HOMEM AMERICANO celulares e desenhos rupestres mídia ninja teatro como manifestação para novo mundo!

processo de conquista da introdução do homem americano na peça O DUELO
desenhos da serra da capivara
mundana companhia
sertão cearence iracema
e fortaleza
ensaios

em busca do homem americano de 100 mil anos

o foguinho

Advertisements

dia 11 penúltimo dia em IRACEMA

logo_mundana_preta

de dentro da cena ninja_rupestre em criação manifestação

sem corte direto como se ao vivo dentro da cena dentro da tempestade dentro da manifestação NO BARCO

by phone DiákonoCAM00050

CAM00051

CAM00053

gui, laura e pascoal nos comentários roda concentração

CAM00052

otavio, aury, camila, sergio, tarina e vander comentários e concentração roda

CAM00056

gui, pascoal e céu de Iracema

CAM00054 CAM00058

bia produção na roda de criação

CAM00057 CAM00064

otávio e camila audio e visual

CAM00061 CAM00060 CAM00068

ensaio da cena O DESAFIO no penúltimo dia em iracema

CAM00071

ensaio de transição

CAM00070 CAM00069 CAM00076

cena a traição de nadiejda rua iracema cidalice canta o puteiro a brecht

CAM00075 CAM00078 CAM00080 CAM00079 CAM00084

a turma do roda viva criação georgette, diego, laura, camila, gayotto, laura e tarina

CAM00083

MATEDE direção de cena

CAM00088 CAM00086

ensaio a tempestade aury e georgete

CAM00091 CAM00090 CAM00092 CAM00093 CAM00094

tarina e  diego descobrindo a cena da transa

CAM00096 CAM00095

logo_patrocinio_ODUELO

oficina que virou CORO

logo_mundana_preta

com o intuito de troca nas oficinas dadas pela mundana companhia nas cidades que visitadas para o processo de O DUELO, em lavras da mangabeira  assistimos ao retorno de uma companhia que existiu por vinte anos o “grupo Q liberta”, e o nascimento de um CORO de jovens jogadores que se auto entitulou se coroou CORO DE TEATO ADONIRAN 56.

no começo a oficina de teato seria feita com vinte jovens, mas o próprio coro dos vinte resolveu aceitar os interessados e assim formaram um coro forte e potente, um tyaso de cinquenta e seis no sertão do ceará com corifeus destacados como por exemplo alan, “o bruxo”, “o artaud de lavras da mangabeira”.

impossível falar de todos aqui mas que seu trabalho continue e cresça o teatro praticando os jogos e a ligação do teato.

a força renovadora do teatro em lavras impulsionou a proposta da criação de um centro cultural com pinacoteca, cinemateca, biblioteca, teatro na casa onde viveu a infância o ator aury porto fundador da mundana companhia.

a luta continua pelos dois grupos e nós.

MERDA

em breve vídeos sobre a proposta do centro cultural em lavras

e a oficina de sergio siviero e pascoal da conceição

VIDEOS E DEPOIMENTOS DO CORO DE TEATO ADONIRAN 56

CADERNO de Maria Jardila

No primeiro dia do teatro eu estranhei um pouco, fiquei observando aquela pessoa entrando com um cabo de rodo que é o bastão, brincando pra lá e pra cá, as outras meninas limpando e agente ajudando e etc. Nesse primeiro dia foi bem calmo, eu ainda não sabia muito das regras mas eu me sai bem. Eu gostei muito do Fredy, daquele jeito dele de viver pro mundo da imaginação.

No segundo dia foi melhor ainda pois já tinha me acostumado um pouco com tudo, nós brincamos muito, alongamos, agente sempre quando chega fazemos a roda, todos se exercitando, se concentrando e muito mais.

No terceiro dia indicamos alguns pontos para visitarmos, conversamos bastante sobre teatro, tiramos nossas dúvidas e aprendemos a ficar no nosso mundo da imaginação e conhecemos mais os colegas que ali estavam e como sempre fechamos a roda.

No quarto dia foi bem extrovertido, tivemos o momento de brincar mas o melhor momento foi nas encenações e imitações que estavam fazendo, eu estava criando na minha mente e com muita vontade de mostrar mas eu não tive coragem de apresentar e mesmo assim foi legal, ganhamos as senhas para ir ao ensaio aberto que foi muito bem preparado, eu amei o quarto dia.

Nos outros dias foram os mais excitados, combinamos de fazer uma homenagem ao São João, teve um dia que cada um teve que imitar um animal e foi bem empolgante. Chegou o dia da homenagem e fomos para a igreja, cantamos a música que ensaiamos e ficou lindo. Várias pessoas olhando, antes acendemos uma vela para a santa e voltamos para fechar a roda.

Ontem foi o dia de irmos aos pontos que o Fredy escolheu eu não sei como foi pois tive que sair cedo e hoje o “bruxo” que é o Állan é que ficou na roda nos guiando e o Fredy lá só filmando mais a tarde foi só de mais brincadeira e tiramos uma foto todos juntos.

1056628_400579833394877_2009378786_n

Mas amanhã nos espera e estamos guardando uma surpresa.

1002778_134768536731264_805269561_n

 

1011910_134768446731273_905363088_n

Hoje foi a despedida e tivemos a festinha e o Casamento Matuto e foi bem legal, foi ótimo e o Fredy nos ajudou muito e nos ensinou que o teatro é o nosso modo de vida e que agente tem que ir em frente com o coro e é isso que vamos fazer.

Maria Jardila

CADERNO de Alan “o bruxo”

O Bruxo

Era um Bruxo chamado Alan ele não sabia de nada contratou um professor chamado Fredy Állan ele ajudou muito ensinou exercícios de teatro que o Bruxo agradeceu e um dia o Bruxo Alan fez um exercício para ensinar outros Bruxos e Bruxas e no outro dia o Bruxo Alan e os outros fizeram uma festa muito bonita e o Bruxo Professor no outro dia de manhã foi embora e deixou saudades para todos e todos e todas disseram MERDA para o Bruxo Fredy

Nome = Állan = Ator Bruxo

MERDA CORO!

movimento mídia e internet livre para o brasil

VAMOS FAZER O PRIMEIRO CONGRESSO NACIONAL DE TECNOLOGIA E INFORMAÇÃO NA SERRA DA CAPIVARA PARA ENCAMINHAR AS QUESTÕES DA MÍDIA E INFORMAÇÃO LIVRES NO BRASIL?

instalar uma antena no terreiro de 30 mil anos de desenhos?

logo_patrocinio_ODUELO